Reforma do apartamento: 4 dicas para não sair do orçamento

Reforma do apartamento: 4 dicas para não sair do orçamento

Comprar um imóvel em um condomínio bem localizado e seguro é o sonho de muitas pessoas. Entretanto, mesmo possuindo essas vantagens, nem sempre a planta original do projeto é totalmente adequada aos interesses do comprador. Nesse caso, realizar pequenos ajustes ou, até mesmo, a reforma do apartamento são excelentes soluções para quem deseja fazer modificações no projeto residencial inicial.

Embora demande custos e exija certa paciência, as reformas, em geral, não devem ser vistas como uma despesa em vão, mas um investimento que dará retornos ao seu término (como mais comodidade, conforto, bem-estar etc.).

Ao decidir fazer alterações no apartamento, alguns fatores importantes devem ser considerados para que a reforma não ultrapasse suas condições financeiras. É justamente isso o que abordamos ao longo deste artigo. Boa leitura!

1. Planeje com antecedência

Não há como iniciar um bom projeto de reforma do apartamento se tudo for feito de maneira apressada e sem um estudo prévio. Lembre-se de que algumas avaliações devem ser necessariamente efetuadas antes da tomada de decisões.

Pesquisar sobre preços, prazos e materiais de boa qualidade, além de realizar um cronograma para organizar os próximos passos e definir com exatidão todos os detalhes do projeto, são fundamentais para evitar retrabalhos e, consequentemente, gastos excessivos.

2. Não fuja do orçamento

De nada adianta realizar um bom planejamento se você não puder dispor dos recursos financeiros suficientes para efetivá-lo. Procure alinhar sua realidade financeira com o porte da reforma, para que, assim, ao longo das etapas, você tenha a capacidade de assumir valores que estão ao seu alcance.

Por isso, tenha sempre paciência e cautela durante essa etapa de levantamento financeiro, realizando a estimativa de investimento sem pressão e com toda a consciência. Caso contrário, ao decidir fazer uma reforma do apartamento, a contração de dívidas e estouro do orçamento inicial será inevitável.

3. Contrate mão de obra qualificada

Ao contratar uma equipe de construção, assegure-se de que a mão de obra solicitada é capacitada o bastante para executar o projeto, de acordo com as normas de segurança da ABNT. Esse é um cuidado primordial, pois, qualquer modificação realizada sem os devidos cálculos estruturais representa riscos não apenas ao apartamento, mas a todo o edifício.

Investir em uma boa construtora, além de ser vantajoso no sentido de segurança, evita a necessidade de retrabalhos e impede o surgimento de novos gastos que, a princípio, estavam fora do planejamento inicial.

4. Esteja preparado para pequenas eventualidades

A despeito da realização de um bom planejamento, da elaboração de um orçamento financeiro realista e a contratação de uma boa equipe de construção, imprevistos, infelizmente, podem ocorrer durante a execução do projeto. Por isso, é prudente ter uma pequena reserva financeira além do orçamento inicial, para que surpresas indesejadas possam ser contornadas sem grandes problemas.

Desse modo, é fácil perceber que tais medidas são indispensáveis, uma vez que facilitam a estimativa do orçamento durante a reforma do apartamento, evitando contrair dívidas que você não tem condições de pagar. Conforme mencionado, tenha paciência e fique atento para que nenhuma etapa do processo seja negligenciada, aumentando, assim, suas chances de não estourar o orçamento inicial.

Gostou do conteúdo? Então, siga-nos nas redes sociais e conheça mais sobre assuntos imobiliários. Estamos no Facebook!

Gostou do texto?
Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *