Quem foi recusado no Minha Casa, Minha vida, pode tentar de novo?

Quem foi recusado no Minha Casa, Minha vida, pode tentar de novo?

O programa Minha Casa, Minha Vida já ajudou muita gente a realizar o sonho de comprar a casa própria. No entanto, algumas pessoas podem ser recusadas caso não estejam dentro dos perfis atendidos pelo programa. Nestes casos, será que podem tentar novamente? Como conseguir ser aceito na próxima tentativa?

Essas e outras questões serão respondidas no artigo de hoje. Continue a leitura e confira!

Entenda o motivo da recusa

Se o seu financiamento por meio do programa Minha Casa, Minha Vida foi negado, a primeira coisa a fazer é entender o motivo. Embora o banco precise dar uma explicação, na maior parte das vezes ela é vaga e pode informar apenas que são “critérios internos do banco”.

Esses critérios são considerados sigilosos e o banco não é legalmente obrigado a informar. Nesses casos, é importante conhecer alguns dos prováveis motivos e tentar entender se o seu caso se enquadra em algum deles. Portanto, conheça a seguir os principais motivos de recusa do programa:

Não atender aos requisitos do programa

Não são todas as pessoas que podem participar do programa Minha Casa, Minha Vida. Existem alguns critérios que precisam ser preenchidos. Basicamente, é necessário ter uma renda bruta abaixo de R$9.000,00, mas existem outras condições que podem impedir o acesso ao programa.

Também é importante saber se o valor do imóvel é compatível com a sua renda, pois esse fator também pode ser um motivo para que o financiamento seja negado.

Baixo score

Normalmente as instituições financeiras utilizam um sistema de pontuação que é chamado de score. Ele diferencia os clientes que tem mais ou menos propensão em não arcar com as dívidas.

Feito por meio de informações estatísticas e dados coletados sobre o consumidor, o score é baseado em cálculos que indicam se a pessoa está apta ou não para receber o financiamento.

As informações são trocadas entre as próprias instituições financeiras, órgãos de proteção ao crédito e o Banco Central, por isso, podem ser obtidas mesmo que você as omita na hora do preenchimento do cadastro.

Nome sujo

Ter restrições em órgãos reguladores (SPC, Serasa, protesto em cartórios, entre outros) pode ser o motivo para que você não tenha conseguido o financiamento. Como já mencionamos em outro artigo, existem muitas complicações para se comprar um imóvel quando está com nome sujo. Sendo assim, quite suas dívidas antes de tentar o financiamento novamente.

Comprometimento da renda em outros financiamentos ou empréstimos

Se você já está financiando um veículo, pagando um empréstimo pessoal ou tem algum outro tipo de dívida para quitar, esse também pode ser um motivo de recusa.

O banco geralmente estabelece um valor máximo de comprometimento de renda e outros compromissos financeiros podem exceder esse número. Assim, ele passa a considerar que você não está apto para conseguir pagar as parcelas do financiamento do imóvel.

Contas atrasadas frequentemente

Entre as avaliações feitas para obter o score está o histórico de pagamentos de contas como cartão de crédito, água, luz e até cheque especial. Se você costuma pagá-las atrasadas, provavelmente seu empréstimo será negado, pois isso indica que você não tem um bom controle financeiro.

Espere alguns meses para participar do Minha Casa, Minha Vida novamente

Depois de identificar o motivo que pode ter levado à recusa do financiamento, resolva o problema em questão e aguarde alguns meses para que sua pontuação do score possa subir novamente. Alguns bancos têm como prática recusar automaticamente financiamentos que foram negados nos últimos seis meses.

Pode levar algum tempo até que sua situação melhore e, durante esse período, é importante pagar todas as contas em dia e não adquirir mais dívidas, nem usar todo o limite do cartão de crédito.

Tenha a certeza de que a documentação está correta

Se você cumpre todos os requisitos, não tem nenhum empecilho e o seu CPF está regularizado, separe todos os documentos necessários. Qualquer erro na documentação pode causar a recusa, sendo assim, é importante se precaver.

Tomando essas precauções e corrigindo o que for necessário, é possível tentar novamente o financiamento no programa Minha Casa, Minha Vida e quem sabe conseguir realizar o sonho de ter um imóvel próprio.

Gostou do artigo? Então, assine nossa newsletter e receba outros conteúdos sobre o tema!

Gostou do texto?
Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *