É possível comprar um imóvel com o nome sujo?

É possível comprar um imóvel com o nome sujo?

A falta de emprego e as baixas rendas estão causando graves problemas econômicos para a população. Para muitos, manter as contas em dia já virou um sonho. Com isso, surge a dúvida para os que estão nessa situação: dá para comprar um imóvel com o nome sujo?

Adquirir uma casa ou um apartamento para sair do aluguel e ter mais independência é o sonho de muitos brasileiros, mesmo aqueles que, por algum motivo, estão inadimplentes. Como o valor alto impede que a compra seja feita à vista, as restrições de crédito pelas dívidas costumam adiar o sonho.

Neste artigo, reunimos algumas informações importantes sobre o assunto. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

O que é sujar o nome

Na prática, criar restrições no nome, o que é conhecido popularmente como sujar o nome, é estar inadimplente com as contas. Desde uma pequena parcela do cartão de crédito até a prestação do financiamento de um carro, por exemplo, tudo que você deixa de pagar pode levá-lo direto para a lista dos inadimplentes da proteção ao crédito do SPC ou Serasa.

Nesse caso, facilmente você saberá que está com restrições, porque os órgãos tentam fazer um acordo de quitação das pendências e logo as financeiras começam a procurar os clientes para regularizar a dívida.

No caso da restrição do nome por pendências com a Receita Federal ou INSS a necessidade de verificação é urgente porque só aparecem na hora de uma consulta formal às linhas de crédito, como no financiamento de imóveis ou veículos, por exemplo.

Entenda os tipos de restrição

Embora algumas pessoas acreditem que essa restrição seja apenas do SPC e da Serasa, na realidade existem outros tipos que também podem impedir você de financiar seu imóvel.

Restrição no Banco Central

Se você utiliza ou já utilizou cheques e passou-os sem fundos mais de uma vez (ainda que sem intenção), seu nome pode estar no Cadastro de Emitentes de Cheques Sem Fundo, o CCF. Nesse caso, todas as instituições financeiras podem ver essa informação e isso pode prejudicar seu financiamento.

SPC e Serasa

Clientes que não pagaram dívidas feitas em comércio ou serviços acabam com uma restrição de crédito, que indica que você tende a não pagar compras feitas a prazo. Nada bom para quem quer tentar um financiamento, não é mesmo?

É possível consultar se o seu nome consta na Serasa por meio do site da instituição, de forma gratuita — você só precisa fazer um rápido cadastro.

Pendências na Receita Federal e no INSS

O vendedor do imóvel também é analisado, mas de uma forma diferente. Ele precisa comprovar que não tem pendências ou restrições na Receita Federal, seja por problemas cadastrais no CPF ou qualquer outra situação que o prejudique nessas instituições.

Além dos casos citados, problemas do vendedor com a justiça do trabalho também podem causar dificuldades de aprovação do financiamento, assim como irregularidades na documentação do imóvel.

Saiba como é possível comprar um imóvel com nome sujo

Para financiar um imóvel é preciso passar por várias análises e, entre os fatos checados, está a situação do seu nome — é verificado se ele está sujo ou com restrição de crédito.

Consumidores de baixa renda

Caso você tenha dívidas pendentes, não conseguirá solicitar o financiamento — a menos que você utilize o programa Minha Casa Minha Vida e se encaixe na Faixa I do programa.

A Faixa I classifica pessoas que tenham uma renda familiar bruta de até R$ 1,8 mil. Nesse caso, o governo financia mais de 90% do valor, por isso a instituição financeira não verifica se o nome do indivíduo está sujo ou não.

No entanto, o procedimento para solicitar esse financiamento é diferente, até porque existe uma demanda maior do que a oferta e, em alguns casos, é preciso participar até mesmo de um sorteio.

Se você não atende aos requisitos da Faixa I, precisa saber qual é a sua restrição e resolver esse problema antes de tentar fazer um financiamento.

Comprando imóvel com o nome sujo em outras faixas de renda

Se você não se enquadra no perfil dos clientes que podem adquirir um imóvel na fase I do Programa Minha Casa Minha Vida, é preciso tomar alguns cuidados antes de bater o martelo na compra da sua nova casa.

Para adquirir um financiamento de imóveis é preciso que o cliente tenha condições econômicas de custear as prestações no período longo de contrato. Por isso, na hora da compra é preciso estar com o nome limpo e mostrar que é idôneo, para garantir o crédito.

Fique atento ao cônjuge ou a renda familiar, a situação financeira de todos que contribuem para a formação da renda vai influenciar na disponibilidade ou não de crédito. Portanto, se o cônjuge estiver com o nome sujo, é possível que a linha de crédito seja negada.

Para quem pensa em utilizar o FGTS para a compra do imóvel, é preciso entender que não existe qualquer tipo de restrição para o uso do dinheiro do fundo de garantia, no entanto, as restrições no CPF do cliente podem inviabilizar o financiamento. Assim, o uso do FGTS será negado, uma vez que o cliente não tem o financiamento aprovado.

Como é realizada a análise de crédito?

Quando a instituição bancária vai analisar o pedido de financiamento de imóveis, o primeiro passo é buscar o histórico de compras e os pagamentos realizados pelo solicitante.

O que define é o comportamento enquanto consumidor, no score criado pelos órgãos de proteção ao crédito, a avaliação acontece se as contas sempre estão em dia ou se elas são pagas atrasadas, assim se cria uma posição de bom pagador ou não.

Portanto, quando houver problemas com o pagamento de contas, o mais indicado é buscar a empresa e negociar a quitação da dívida, para não prejudicar o perfil de consumidor.

Dicas de como resolver as pendências financeiras

Seja para adquirir o imóvel dos seus sonhos por meio de um financiamento ou para se preparar para dar esse passo no futuro, busque resolver as suas pendências financeiras e, o mais importante, entenda como não cair nesse ciclo crescente das dívidas.

Banco Central

No caso da restrição no Banco Central, você precisará levar o cheque que foi o motivo para a sua inclusão no CCF e solicitar a exclusão do seu nome desse cadastro.

SPC e Serasa

Se o seu problema é com os órgãos de crédito como SPC e Serasa, você terá que consultar qual empresa motivou a restrição. É possível constar mais de uma dívida, e todas precisam ser negociadas e pagas para limpar seu nome.

INSS e Receita Federal

Se o seu problema é com o INSS ou na Receita Federal, procure esses órgãos para analisar e resolver a situação diretamente com eles. Problemas com a justiça do trabalho precisam de uma consulta no Tribunal Superior do Trabalho, e alguns casos são resolvidos por meio de advogados.

Sempre que possível, quite as dívidas

Invista no seu sonho antes mesmo de tirar os seus planos do papel. Verifique as suas pendências financeiras e faça a quitação para evitar que o seu nome fique sujo. As empresas de negociação costumam facilitar o pagamento e diminuir a taxa de juros, valendo a pena um acordo com o detentor da sua dívida para quitar as pendências.

A negociação tem dois pontos positivos para o cliente inadimplente. Primeiro, que diminui os valores a serem pagos pela dívida postergada. E o segundo, mostra as instituições financeiras que você é um consumidor que está disposto a quitar as suas pendências, que é um bom pagador apesar da inadimplência.

Planeje as suas finanças

Essa dica é muito valiosa, tanto para os que já estão com o nome sujo, quanto para aqueles que pretendem comprar um imóvel e estão com as contas em dia. Faça um controle rígido dos seus custos e gastos, coloque tudo na ponta do lápis para não gastar todo o seu dinheiro.

Antes de financiar um imóvel, tenha a certeza de que poderá custear as prestações mensais do financiamento antes de assumi-las. Crie uma reserva de dinheiro para possíveis situações de emergência no futuro.

Cuidado com o cartão de crédito

Não caia na ilusão de pagar mais tarde as suas compras, de primeiro assumir a dívida para depois descobrir se conseguirá paga-las. Se você é adepto das compras no cartão, tenha sempre a reserva de dinheiro necessária para quitar a fatura. Esse é o maior vilão do consumidor e um dos causadores da inadimplência de boa parte dos brasileiros.

Financiamento de imóveis

Se esse é o seu sonho, batalhe por ele! Não feche o negócio antes de limpar o seu nome e garantir que o seu perfil de crédito não terá avaliações negativas por pendências junto ao comércio ou as instituições bancárias.

Procure verificar se o seu score é positivo junto às financeiras e faça uma poupança antes de assumir o financiamento. É importante estar preparado para o seu compromisso financeiro de longo prazo, assim você não entrará em apuros caso algo saia diferente do que está previsto no futuro.

As dívidas só aumentam

Não espere o tempo passar para quitar as suas pendências, os juros são a maior parcela da dívida, que só cresce a cada mês. Portanto, no prazo mais curto possível, procure a empresa e faça um acordo.

Porém, lembre-se, não faça uma dívida para quitar a outra. Calcule os juros e a viabilidade de fazer um empréstimo para quitar as que já existem. Essa opção só será interessante se os juros pelo valor emprestado forem menor que os juros crescentes do débito atual.

O primeiro passo antes de comprar um imóvel financiado é conhecer o seu perfil de consumidor e quitar as dívidas antes de fechar o negócio. Como é possível perceber, a melhor opção é certificar-se de que está tudo certo e resolver todos os problemas antes de tentar comprar um imóvel com nome sujo. Portanto, mãos à obra!

Que tal assinar a nossa newsletter agora que você entendeu como é possível comprar um imóvel com o nome sujo? Assim você receberá nossas atualizações direto na caixa de entrada do seu e-mail!

Gostou do texto?
Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *