Como o planejamento familiar pode te ajudar a alcançar seus objetivos

Como o planejamento familiar pode te ajudar a alcançar seus objetivos

Você acredita que a vida é feita de sonhos? Não há problema nenhum com isso, mas, muitas vezes, o caminho para transformar esses sonhos em realidade passa por um bom planejamento!

Para quem quer comprar um imóvel, contar com a ajuda dos familiares é muito importante. A seguir, confira como um planejamento familiar bem feito pode te ajudar a chegar lá!

1. Exerça o diálogo, ele é fundamental

Há quem prefira tentar solucionar as questões financeiras com suas próprias forças, com receio de enfrentar um possível desgaste ao tocar no assunto com a família.

Assim, assume-se um sério risco de que todo esforço seja em vão, já que nem todos estarão empenhados e o que foi economizado pode ir embora sem que se perceba. No entanto, em uma decisão tão importante para o futuro da família como é a compra de um imóvel, é fundamental que todos estejam do mesmo lado.

Uma boa conversa, além de proporcionar um planejamento mais eficaz, deixando claros os objetivos e os motivos de certas medidas, funciona também como um elo entre todos. Por isso, antes de colocar o projeto em prática, procure conversar com toda a família.

2. Faça um levantamento preliminar das receitas e despesas

Para elaborar um planejamento familiar com objetivos concretos, é preciso ter ciência da real situação do orçamento. O método fica a seu critério: pode ser desde um caderninho de anotações até um aplicativo de gestão financeira.

Procure tomar nota, durante certo período, de rigorosamente todas as despesas, com a maior riqueza de detalhes possível. Com as anotações em mãos, não se esqueça de incluir também as contas do cartão de crédito e demais parcelamentos e empréstimos.

Avalie onde os gastos foram maiores e quais deles poderiam ser evitados (certamente, as origens das despesas trarão algumas grandes surpresas).

3. Trace objetivos para o planejamento familiar

O primeiro passo, indispensável para a obtenção de qualquer resultado, é gastar menos do que se ganha. A partir daí, estabeleça objetivos de longo, curto e médio prazo.

Tente, por exemplo, eliminar empréstimos e parcelas mais altas antes de partir para o financiamento, a fim de garantir uma folga maior no orçamento. E não se esqueça de levar em conta as demais despesas que envolvem uma transação imobiliária.

Com toda a família engajada, será mais fácil estipular uma meta de poupança mensal e até encontrar novos focos de economia. Luzes apagadas e banhos mais rápidos são pequenos hábitos que podem trazer bons frutos e serão praticados com mais naturalidade se todos estiverem conscientizados dos objetivos.

4. Avalie os resultados periodicamente

Após colocar o planejamento em prática, procure reservar um momento com a família para avaliar os resultados. Se possível, prepare um lanche e deixe a reunião mais agradável.

É importante a participação de todos para que, juntos, possam descobrir o que se pode melhorar e, especialmente, mantenham-se animados com o projeto.

O planejamento familiar, além de ser de grande valia para o alcance dos objetivos, serve como fator de união e empatia, em que todos se esforçam na busca por um bem comum.

Justamente pela preocupação com a família, muitas pessoas têm hesitado, nestes tempos de crise, quando o assunto é a compra de um imóvel. Na verdade, este pode ser um ótimo momento para fazer negócio! Confira agora 4 vantagens de comprar um imóvel durante a crise financeira.

Gostou do texto?
Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *