5 dicas para não ser enrolado pelo corretor de imóveis

5 dicas para não ser enrolado pelo corretor de imóveis

Embora o corretor de imóveis seja o profissional capacitado para ajudar na hora de comprar um imóvel, é preciso lembrar que ele também tem como objetivo realizar uma venda vantajosa para a empresa onde trabalha. Além disso, infelizmente também existem pessoas que se passam por estes profissionais, agindo de forma ilegal e aplicando golpes em clientes menos preparados.

Pensando em ajudar você a não entrar nessa roubada, reunimos aqui 5 dicas valiosas para evitar ser enrolado pelo corretor de imóveis. Confira e prepare-se para lidar com esse profissional!

1. Verifique se o corretor é de confiança

A profissão de corretor de imóveis é de grande responsabilidade. Para exercê-la, é necessário ter registro em um Creci e passar por um curso de capacitação que tem o objetivo de preparar o profissional para atuar no mercado.

Por isso, uma das formas de verificar se o corretor é de confiança é checando a carteira de identidade que ele recebe ao se registrar no Creci. Você também pode fazer uma rápida pesquisa na internet, principalmente nas redes sociais, para verificar a reputação e o tempo de experiência do corretor.

2. Analise a quantia que você pode gastar

Saber de fato quanto você pode gastar é muito importante para que você não se enrole para pagar depois. Ainda que o corretor assegure que o valor de um imóvel em questão vale a pena, é preciso ter certeza de que você realmente pode pagar por ele.

Você poderá realizar o pagamento das parcelas em longo prazo? Está preparado para os gastos com a documentação e com possíveis reformas? Poderá contar com a ajuda do Programa Minha Casa Minha Vida?

Por mais que a proposta pareça muito boa, essas são algumas das questões que precisam ser pensadas antes de dar o próximo passo.

3. Converse bastante com o corretor de imóveis

O diálogo é fundamental para que o corretor possar apresentar os imóveis que melhor atendam às suas expectativas.

Não esconda ou se esqueça de nada, pois essas informações podem ser importantes para que ele te ajude. No momento de visitar o local, verifique se ele levou em consideração tudo o que vocês conversaram, pois isso indica comprometimento e profissionalismo.

4. Faça sua escolha sem pressa

Embora a escolha da casa seja um momento de empolgação e grande felicidade, não deixe que isso te impeça de conhecer todas as suas opções.

Visite cerca de três casas ao dia, no máximo, para não se sobrecarregar com informações e anote os detalhes de cada uma. Dessa forma, quando estiver descansado, você poderá levantar os prós e os contras de cada opção.

Não se esqueça de analisar pontos importantes como o estado da casa, a vizinhança e a distância até os locais que você mais frequenta — incluindo trabalho, drogaria, hospitais, mercados e, quando necessário, escolas para os filhos.

5. Verifique a documentação do imóvel

contrato é uma parte muito importante, pois protege tanto o vendedor, quanto o comprador. No entanto, apesar de ser necessário lê-lo com atenção, ele não deve ser o único documento rigidamente inspecionado.

Solicite ao corretor as certidões negativas do cartório de protestos, da Justiça Federal, da Receita Federal, dos distribuidores cíveis e também de tributos municipais.

Verifique também a matrícula atualizada do imóvel, que é expedida pelo Oficial do Cartório de Registro de Imóveis. No caso de apartamentos, lembre-se de olhar se as taxas de condomínio estão em dia. Se tudo estiver em situação regular, é hora de agradecer ao corretor de imóveis que te ajudou, assinar os papéis e pegar a chave da sua casa!

Agora que você já sabe como evitar que o corretor te enrole, que tal conferir algumas dicas essenciais para comprar um imóvel com segurança? Veja 5 cuidados que você deve ter antes de fechar contrato com a imobiliária!

Gostou do texto?
Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *