4 fatores que dificultam a aprovação em um financiamento imobiliário

4 fatores que dificultam a aprovação em um financiamento imobiliário

A hora de comprar um imóvel próprio é um momento importante na vida de várias famílias. Sair do aluguel ou mesmo se mudar para uma residência mais confortável é fundamental para a qualidade de vida. Porém, muitos não têm condições de pagar à vista e, por isso, recorrem ao parcelamento do bem. Mas existem alguns fatores que podem dificultar a aprovação do financiamento imobiliário.

Para facilitar esse momento e prevenir alguns problemas que podem ocorrer, escrevemos este texto, mostrando os 4 principais fatores que impedem o parcelamento. Confira!

1. Ter registro em cadastro de inadimplentes

Esse é um dos principais motivos que impedem a aprovação de um financiamento. É popularmente conhecido como estar com o “nome sujo“, ou seja, ser inscrito em cadastros como SPC ou SERASA por falta de pagamentos. Lembre-se de que isso vale também para o cônjuge, no caso de pessoas casadas, pois as instituições financeiras fazem uma busca no nome dos dois.

Com o nome sujo, as instituições entendem que a pessoa é uma “má pagadora”, ou seja, não cumpre com as suas obrigações. Por isso podem se recusar a aprovar o financiamento.

O ideal é, antes de pedir o parcelamento, verificar o seu nome e o do cônjuge nos cadastros para ver se há alguma pendência. Há casos também de erros de inscrição, que devem ser resolvidos judicialmente.

2. Possuir outros financiamentos que comprometam a renda

Outro fator importante no momento de pedir um financiamento é o quanto ele comprometerá a renda da família. Hoje não se pode utilizar mais de 30% dos rendimentos para pagamento mensal dessas parcelas.

Se você já possui um financiamento em seu nome que utiliza perto desse valor, o próximo parcelamento pode não ser aprovado por ultrapassar o limite.

Fique atento ao valor da parcela do que já paga e o quanto ainda falta para chegar aos 30%. Se não há nenhum outro financiamento no seu nome, isso não será problema, mas é um ponto fundamental que deve ser observado.

3. Não ter renda compatível com o valor desejado

Cada instituição financeira tem as suas regras específicas para a aprovação do financiamento imobiliário. Geralmente a renda é dividida em faixas, e cada uma terá um teto (valor máximo) do valor do imóvel a ser financiado.

O que acontece, muitas vezes, é que o imóvel que será comprado não é compatível com a renda declarada para aprovação do negócio, pois tem um valor acima do que os bancos exigem para o parcelamento. Nessa hora é fundamental fazer simulações e pesquisar as regras de cada instituição para ver se o imóvel que você deseja se encaixa na sua faixa de renda.

Com a simulação também é possível determinar qual seria o valor máximo do financiamento, o que deve pagar de entrada e qual o valor das parcelas. Isso facilita o planejamento e até mesmo a escolha do bem.

4. Ter um histórico (score) de crédito negativo

Esse é um ponto que muitas pessoas nem conhecem, mas que pode impedir a aprovação de um financiamento.

score de crédito é uma estatística baseada no histórico de compras, pagamentos, dívidas e outros fatores. Ele é feito por empresas como SPC e SERASA e serve para informar se há risco de crédito ou não.

Assim, se já houve inscrição do nome em cadastros de inadimplentes e atrasos de pagamento, o score diminui, mesmo que seu nome esteja “limpo”, o que informa à instituição que pode haver risco ao aprovar o financiamento.

Ele pode ser verificado da mesma forma que a inscrição em cadastros de inadimplentes e é fundamental que as contas estejam em dia e não haja nenhuma restrição nos últimos anos.

Seguindo essas dicas, você pode se planejar para não ter dificuldades na hora da aprovação do financiamento imobiliário, podendo fazer o negócio com mais tranquilidade e rapidez.

Agora que você já sabe mais sobre assunto, confira nosso texto mostrando 4 passos para se candidatar ao Minha Casa, Minha Vida!

Gostou do texto?
Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *